Alexander, o grande

De 4 de maio a 31 de julho, Nova York promete respirar Alexander McQueen. Toda a autenticidade e a excentricidade que marcaram as suas coleções estarão à mostra no MET (The Metropolitan Museum of Art), que promove uma homenagem à McQueen, celebrando as contribuições extraordinárias desse célebre estilista.

As galerias do museu vão expor algumas das suas principais criações – cerca de 100 conjuntos/vestidos e 70 acessórios – que marcaram as passarelas da moda entre os anos 1992 e 2010, período em que o estilista mais provocante dos últimos tempos ampliou a compreensão da moda para além da sua utilidade, exprimindo conceitos culturais, políticos e de identidade.

Veja algumas das peças expostas

……

Mais sobre o MET
O Metropolitan Museum of Art é um dos maiores e mais refinados museus de arte do mundo. Suas coleções incluem mais de dois milhões de obras de arte criadas em cinco mil anos de cultura, desde a pré-história até o presente, e vindas de todas as partes do mundo. Fundado em 1870, o Metropolitan Museum está localizado no centro da cidade de Nova York, ao longo da famosa Quinta Avenida, e recebe a visita de quase cinco milhões de pessoas ao ano.

Frases memoráveis do estilista
“Você deve conhecer as regras para quebrá-las. Isso é o motivo de eu estar aqui, para destruir as regras, mas para manter a tradição.”

“As pessoas acham as minhas criações, por vezes, agressivas. Mas eu não as vejo assim. Eu as vejo como inspirações românticas, que lidam com um lado obscuro da personalidade.”

“Eu quero ser honesto sobre o mundo em que vivemos, e às vezes as minhas visões políticas aparecem por meio do meu trabalho. A moda pode ser muito racista, olhando para as roupas de outras culturas como fantasias. Isso é mundano e é ultrapassado. Vamos quebrar algumas barreiras.”

Na passarela
Clique e assista a alguns vídeos dos desfiles mais surpreendentes de McQueen, publicados no site do MET: http://blog.metmuseum.org/alexandermcqueen/video/

……………..
…………….